Pular para a barra de ferramentas

Presidente da Câmara de Conde nega tese de ‘golpe’: “fui eleito vereador e desejo terminar o mandato que me foi dado pelo povo”

Duramente atacado nos últimos meses por integrantes do Governo Márcia Lucena (PSB) e até pela própria prefeita, o vereador e presidente da Câmara Municipal da cidade de Conde, Carlos Manga Rosa (PTB), manteve silêncio até agora, mas hoje resolveu falar sobre o assunto.

O parlamentar tratou sobre a acusação de que estaria tramando um golpe contra a prefeita Márcia Lucena. Bastante sereno, Manga Rosa negou tal articulação e disse que pretende cumprir até o fim o mandato para o qual foi eleito *“Fui eleito vereador e desejo terminar o mandato que me foi dado pelo povo”.

E acrescentou: “Não pedi para sentar provisória ou definitivamente na cadeira de prefeito. Quando sentei, o fiz porque a justiça prendeu a prefeita (se acertada ou erradamente, o tempo e as investigações dirão. Não sou juiz). E quando estive interinamente como prefeito, não amedrontei, não ameacei, não demiti ninguém. Vejam o vídeo da minha posse. Falei em diálogo, construção, manutenção das obras e salários. Em nada ataquei. Desafio uma pessoa, qualquer uma sequer, me mostrar agindo de forma contrária aos princípios éticos”.

De acordo com o vereador, por uma questão de cuidado pessoal, pediu para que fossem analisados todos os contratos e licitações em curso, para que pagamentos fossem realizados somente após a auditoria prévia e isso parece ter causado revolta. *“Por uma questão de prudência e zelo pelo meu nome e pelas contas do município, pedi para analisar tudo antes de efetuar os pagamentos. Isso é perfeitamente compreensível e recomendado. Quem em meu lugar não faria o mesmo? Quem pagaria sem consultar? Por que isso é tão ofensivo?”.

Para ele, esse foi o motivo principal da revolta e dos ataques. *“Desde a volta da prefeita tenho sido atacado, desrespeitado e ofendido por gente que até pouco tempo me tratava como amigo, por gente que era do meu convívio. Será que sou eu o golpista? Será que sou o traidor?”.

Manga Rosa finalizou dizendo que torce por dias melhores para o Conde e que deseja que o novo prefeito da cidade priorize pessoas do município no que diz respeito aos empregos públicos. “Desejo que em 2021 o Conde encontre paz administrativa, que, tenha dias melhores e que o próximo prefeito promova uma renovação. Que priorize gente do Conde quando for contratar pessoal. Ou será que aqui não tem gente competente?”.

Blog Anderson Soares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: