Pular para a barra de ferramentas

EX- PRESIDENTE NALDO CELL (PSB) CONTRATOU EMPRESA DE ADVOCACIA SEM SER ADVOGADO PARA PRESTAR SERVIÇOS DE ASSESSORIA JURÍDICA A CÂMARA MUNICIPAL DE CONDE.

 

Ex- Presidente da Câmara de Vereadores de Conde Ednaldo Barbosa mais conhecido como Naldo Cell (PSB) renunciou a presidência da Câmara Municipal de Conde, em agosto de 2017.

Com um discurso de vítima de um “Gopi”.

Hoje o TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO, nos revela o contrário do nobre Vereador, ou será que o TCE também está mobilizado em um “Gopi” contra Naldo Cell?

Vamos lembrar algumas partes do suposto motivo da renúncia da presidência do vereador Naldo Cell (PSB).

“Comunico ao povo condense os motivos que me levaram a renunciar ao cargo de Presidente da Câmara Municipal. Em meio a um afastamento, baseado em denúncias caluniosas, e totalmente contrário o Regimento Interno da Casa”.

Em outro trecho Naldo Cell (PSB) diz…

“Todas as provas de que esta denúncia é caluniosa estão à disposição de qualquer cidadão, e podem ser verificadas a qualquer momento”.

Pois bem…
Um cidadão entrou com um pedido de cassação na Câmara de Conde contra o Vereador Naldo Cell, no qual a denúncia não foi nem acolhida pela Casa Cícero Leite.

Alguns portais apontam o Corporativismo dos nobres parlamentares daquela casa.

Será que a Denúncia de contratação de uma empresa de advocacia para prestar ASSESSORIA JURÍDICA com INEXIGIBILIDADE DA LICITAÇÃO.

Há Câmara Municipal de Conde, contratou por R$66.000,00 reais, uma pessoa jurídica, sem ser bacharel em direito, sem ter OAB, para prestar consultoria jurídica, como isso é possível?

O Vereador Presidente em questão Naldo Cell (PSB), sendo um Universitário ou seja não é nenhum leigo, para cometer um equívoco desse tamanho, e mais pagou R$ 36.000,00 reais a um advogado que não era advogado?

“Como dizia Galvão Bueno…
Pode isso Arnaldo”???

Será que o Vereador Naldo Cell devolveu os R$ 36.000,00 reais ao erário púbico?

Será que isso é exercício ilegal da profissão?

Será que a OAB da Paraíba irá ficar inerte a esse fato?

Será que vão pedir informações a Câmara Municipal de Conde?

Será que isso é certo?ou errado?

Num sei…só sei que no Conde é assim…

Antes de me ameaçar de processo nobre parlamentar, e seus seguidores, quem diz isso não sou eu, e sim o TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO (TCE) quem diz isso viu…

Será que isso são crimes Contra a administração pública ou não?

Será que há algum advogado que pode explicar como isso é possível?

Pois é na Câmara Municipal de Conde, tudo é possível, inclusive nada.

 

Da Redação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: